Injeção bimestral, o tratamento futuro da AIDS




Um dos principais problemas para tratar o HIV / AIDS , é que não há adesão suficiente às drogas porque complica a sua tomada, de modo que uma injeção composta por dois medicamentos pode tornar-se a melhor opção no futuro.

injecao-bimestrial-o-tratamento-futuro-da-aids-2

Josep María Gatell, diretor de Doenças Infecciosas e AIDS no Hospital Clínic, explicou que esta injeção, que é administrada uma vez a cada dois meses, permite que os pacientes cumpram corretamente seu tratamento, além de melhorar sua qualidade de vida.

Ele explicou que os medicamentos que contém já existem no mercado, mas foram reformulados graças à nanotecnologia, para que eles tenham uma versão mais longa.

“Este tratamento ainda não está comercializado, mas está na fase 3. Se tudo der certo, em meados de 2018, poderia entrar no mercado”, disse ele.

Do mesmo modo, ele enfatizou a importância da detecção atempada, pois isso ajuda a lutar de maneira melhor contra a doença, já que o tratamento é administrado imediatamente após o diagnóstico.

“Até alguns anos atrás, as recomendações diziam que não era necessário iniciar o tratamento enquanto o paciente estava bem, agora temos estudos que sustentam que, quanto mais cedo você começar a administrar o tratamento, melhor será a sua evolução”, disse ele.

Ele acrescentou que, embora a expectativa de vida com o HIV seja menor, quando tratada no tempo, é praticamente a mesma coisa que uma pessoa que não possui o vírus.

Portanto, ele enfatizou a necessidade de ir ao médico quando tiveram alguma atividade de risco para um teste de HIV.