Salsa: O Que Ela Serve, 11 Benefícios, Informações Nutricionais + Receitas

Salsa: O Que Ela Serve, 11 Benefícios, Informações Nutricionais + Receitas
Pode não ser tão popular como camomila ou gengibre, mas também adiciona nutrientes, antioxidantes e óleos essenciais, capazes de superar sintomas e doenças freqüentes, mesmo quando consumidos em pequenas quantidades.

Nós convidamos você a saber abaixo o que é o uso de salsa, quais são suas contribuições para a saúde, dicas e receitas, para que a partir de hoje você comece a ganhar seus benefícios.

O que é salsa?

A salsa é uma planta da família umbelliferae, mesmo grupo de erva-doce e aipo. É uma erva fresca aromática da planta petroselinum.

Esta é a salsa

A planta e seu óleo essencial têm sido usados ​​pela medicina popular como anti-séptico, remédio diurético, agente antiinflamatório e desintoxicante natural.

O que é salsa para a saúde?

Em um relatório publicado no Journal of Traditional Chinese Medicine, foi relatado que a salsa tem sido usada para o tratamento de hipertensão, distúrbios gastrointestinais, doenças urinárias, cardíacas, dérmicas e diabetes.

Suas contribuições benéficas vêm de seus ingredientes ativos flavonóides, antioxidantes, compostos fenólicos e nutrientes, como vitaminas A, C e K. Ele também adiciona óleos essenciais, como apiol e miristicina, todos seguros para adicionar à dieta.

É conhecido por eliminar os radicais livres, proteger o cérebro e o coração dos danos celulares, é antibacteriano, antifúngico, previne o diabetes e acalma as dores de estômago, devido à sua capacidade anti-inflamatória e reguladora.

Embora a ciência exija mais evidências baseadas na ciência, a maioria dos estudos confirma todos esses benefícios.

A salsa e seu óleo essencial estão associados a ajudar a combater os seguintes sintomas e transtornos:

  • Mal hálito
  • Desordens da pele
  • Sistema imunológico pobre
  • Inflamação, artrite e anemia
  • Infecção da bexiga e pedras nos rins
  • Estresse oxidativo ou dano causado por radicais livres
  • Inchaço, gás, refluxo ácido e constipação
  • Problemas digestivos, como a síndrome do intestino irritável (SII)

Benefícios da salsa para sua saúde

1. Lute contra o mau hálito

Salsa: O Que Ela Serve, 11 Benefícios, Informações Nutricionais + Receitas

Sua qualidade antibacteriana e anti-séptica irá eliminar as bactérias que causam o mau hálito e refrescar a cavidade bucal, desde que o problema não seja a falta de escovação, gengivite ou outros problemas dentários.

Leia o nosso guia sobre como eliminar e prevenir o mau hálito permanente

2. Proteja a saúde dos seus olhos e pele

Os antioxidantes contidos em sua vitamina A, carotenóide provitamina A e beta-caroteno, ajudam a proteger a córnea e a retina dos danos naturais pelo envelhecimento, prevenindo a catarata e a degeneração macular.

A vitamina A combate os sinais de envelhecimento da pele e protege-a, assim como os olhos, dos efeitos causados ​​pela luz ultravioleta. Pode ser um fator importante na prevenção do câncer de pele.

3. Proteja seus ossos

Seus altos teores de vitamina K mantêm a densidade óssea minimizando o risco de fraturas.

Esta vitamina funciona em conjunto com cálcio, fósforo, magnésio, vitamina D, entre outros nutrientes valiosos para manter os ossos saudáveis.

4. Melhora a digestão 

Salsa: O Que Ela Serve, 11 Benefícios, Informações Nutricionais + Receitas

A salsa e seu óleo essencial aliviam os sintomas e distúrbios gastrintestinais, como inflamação, constipação, gases, náusea e indigestão.

De acordo com as práticas da Ayurveda, a planta beneficia a digestão porque o seu óleo promove a produção de bílis e sucos gástricos, necessários para o bom funcionamento das enzimas envolvidas na absorção de nutrientes e alimentos.

Dilua um pouco de óleo essencial de salsa no chuveiro ou molhe-o com o estômago para se sentir melhor.

Leia o nosso guia sobre como melhorar sua digestão naturalmente

5. Combate infecções no trato urinário, vesícula biliar e pedras nos rins

Salsa reduz pedras nos rins, inflamação na bexiga e nos rins e retenção de urina.

A raiz e suas folhas são benéficas contra icterícia e doenças venéreas no baço e no fígado.

É popular por sua capacidade de expulsar o excesso de matéria mucoide, venenos aquosos e flatulência, o que reduz glândulas inflamadas e aumentadas.

Use a planta se outros remédios não reduzirem o edema.

Seu chá acalma os vasos sanguíneos, especificamente arteríolas e capilares. Também serve para desintoxicar o corpo e tratar pedras nos rins e na bexiga.

Prepare e beba dois copos concentrados durante o dia.

6. É um diurético natural e desinfla o estômago

Sabe-se, de um estudo realizado em ratos em 2002 pela Universidade Americana de Beirute, no Líbano, que a salsa pode ser usada como um diurético natural para desencagar o estômago e aliviar a retenção de água.

Roedores que receberam um extrato de semente da planta mostraram um aumento significativo no volume de urina, que produziram nas 24 horas seguintes.

A erva melhora a saúde digestiva porque ajuda a estimular a produção de urina e extrai o excesso de água do abdômen, onde pode causar indigestão e desconforto estomacal.

Leia o nosso guia sobre as melhores ervas e especiarias para reduzir a inflamação do estômago

7. Adicione propriedades antifúngicas e antibacterianas 

Salsa: O Que Ela Serve, 11 Benefícios, Informações Nutricionais + Receitas

O óleo essencial de salsa obtido a partir de raízes, folhas e sementes, é eficaz para eliminar fungos e imperfeições na pele causada por bactérias, porque é antimicrobiana.

É comumente usado em detergentes, perfumes, sabonetes e outros produtos de higiene pessoal, por sua capacidade de matar bactérias e eliminar odores. Por essa mesma razão, também pode causar uma reação alérgica na pele ou queimaduras tópicas.

Não aplique diretamente na pele sem antes misturá-lo com óleo de oliva, coco ou amêndoa.

8. É rico em antioxidantes flavonóides

A salsa acrescenta flavonóides antioxidantes protetores, como o alfa-caroteno, o beta-caroteno, a luteolina, o licopeno e a apigenina, responsáveis ​​pelo combate às doenças.

Estes favorecem retardar o processo de envelhecimento combatendo os danos dos radicais livres e a inflamação do corpo.

Sabe-se que a formação de radicais livres contribui para a maioria das doenças relacionadas à idade, incluindo doenças cardíacas, doenças neurodegenerativas, câncer e distúrbios oculares.

Adultos que receberam grandes quantidades de salsa em um estudo realizado em 1999 pelo Instituto de Segurança Alimentar e Toxicologia, mostraram uma melhora significativa na redução dos níveis de estresse oxidativo, em comparação com aqueles que não receberam a planta.

Os participantes receberam uma dieta sem fontes antioxidantes.

Os pesquisadores observaram que os marcadores de estresse oxidativo aumentaram durante a dieta restrita, mas a salsa reverteu esses sinais durante a segunda metade do estudo.

9. Fornece óleos essenciais que ajudam a combater o câncer

A salsa acrescenta miristicina, thujene, eugenol e limão, componentes voláteis do óleo benéfico para o sistema imunológico e que combatem o desenvolvimento do câncer, carcinógenos que danificam o organismo, neutralizam o estresse oxidativo e retardam o crescimento dos tumores.

A salsa também é conhecida como uma “quimioterapia protetora” porque protege o DNA do dano oxidativo, interrompe a mutação celular e ajuda a induzir a apoptose (morte de células cancerígenas).

De acordo com um estudo da American Cancer Association, a apigenina, um dos compostos da salsa, inibe e atrasa significativamente o desenvolvimento da síntese de células de câncer de mama e diminui a multiplicação de tumores de mama.

10. Fornece o folato necessário para o seu coração 

Salsa: O Que Ela Serve, 11 Benefícios, Informações Nutricionais + Receitas

O ácido fólico é benéfico para a sua saúde cardiovascular porque é necessário para processar homocisteína, um aminoácido encontrado no sangue. Portanto, a deficiência de folato é muito perigosa, pois tem um papel decisivo na proteção do seu coração.A homocisteína é uma molécula que pode ser delicada porque, quando fica fora de controle, danifica os vasos sanguíneos. Isso pode causar um ataque cardíaco ou derrame.

11. Ajudar a equilibrar seus níveis hormonais

Além de prevenir defeitos no tubo neural que podem ser causados ​​por deficiência de folato, o ácido fólico da salsa também é muito importante para uma gravidez saudável.

Acredita-se que pode equilibrar os níveis hormonais, um efeito importante para prevenir os sintomas da síndrome pré-menstrual e melhorar a fertilidade.

12. Estimula o sistema imunológico

Salsa aumenta suas defesas, graças aos seus altos níveis de antioxidantes, incluindo vitamina A e C. Este último mantém o intestino saudável, parte do trato digestivo, onde uma grande parte do sistema imunológico está localizado.

Tomar vitamina C regularmente está relacionado a baixos níveis de inflamação e à prevenção de doenças como câncer de cólon, asma, diabetes, artrite e aterosclerose.

Dados nutricionais de salsa 

Salsa: O Que Ela Serve, 11 Benefícios, Informações Nutricionais + Receitas

Para cada meia xícara de salsa fresca picada, você ganhará os seguintes nutrientes. À sua direita, uma porcentagem do consumo diário recomendado:

  • 40 miligramas de cálcio (4%)
  • 48 miligramas de folato (12%)
  • 92 miligramas de ferro (10%)
  • 168 miligramas de potássio (4%)
  • 16 miligramas de magnésio (4%)
  • 40 miligramas de vitamina C (54%)
  • 128 miligramas de vitamina A (15%)
  • 496 miligramas de vitamina K (554%)
  • Sem açúcar, gordura, proteína ou fibra. Apenas 8 calorias

Os compostos que tornam a salsa uma planta tão benéfica são:

  • Vitamina C
  • Cumarinas (bergapteno, imperatorina)
  • Óleo essencial (apiol, miristicina)
  • Flavonoides (apiína, luteolina, apigenina e seus glicosídeos)

Por que essas vitaminas e minerais de salsa são importantes ?

É rico em vitamina C (133 miligramas por 100 gramas). Um pouco mais de meia xícara de salsa traz tanta vitamina C como uma laranja inteira.

É uma fonte muito boa de vitamina K (1640 miligramas por 100 gramas) que contribui para a coagulação e a saúde dos ossos.

É o vegetal verde que contém mais beta-caroteno, provitamina A com funções antioxidantes e imunoprotetoras.

Adicione muito cálcio (138 miligramas por 100 gramas). Um copo de leite contém a mesma quantidade de cálcio que uma xícara de salsa, mas o primeiro deles não tem a vitamina C ou o magnésio necessários para absorver o elemento químico, por isso a salsa é a melhor escolha.

É uma fonte considerável de potássio (554 miligramas por 100 gramas). Tem uma maior concentração de ferro do que carne vermelha (6,20 miligramas por 100 gramas). Bom conteúdo de fibra dietética. Entre os benefícios da salsa é o grande concentração de boro, mineral que favorece as mulheres na menopausa e que previne e ajuda na osteoporose, é um alimento potente para proteger os ossos pelo seu conteúdo em flúor, e sua cor verde indica altas quantidades de clorofila que tem benefícios anti-sépticos. eles usam todas as suas partes.

Usos da medicina natural mais comum da salsa

Salsa: O Que Ela Serve, 11 Benefícios, Informações Nutricionais + Receitas

Diurético: É usado para aumentar a secreção de urina pelos rins. Sua ação diurética combate edemas e infecções no trato urinário e previne e trata pedras nos rins.

Beba uma infusão ou um suco feito com suas folhas, sementes e caules.

Combate o mau hálito: seu efeito antisséptico devido à concentração de clorofila torna-o um bom desinfetante. Melhore sua respiração mastigando-a crua.

Emenagogo: promove a menstruação e acalma suas dores.

Hipotensor: sua ação diurética e altos níveis de potássio fazem com que a salsa também seja sugerida como hipotensora.

História da Salsa

Seu nome científico é petroselinum crispum. Está relacionado com aipo, cenoura e outras ervas, como aneto, anis e cominho.

Salsa vem da região central do Mediterrâneo e continua a ser um ingrediente importante em receitas locais. Seus primeiros produtores foram os habitantes da Argélia, Tunísia e Itália.

Ele tem sido usado durante séculos na medicina popular como chá para tratar indigestão, constipação, inflamação do estômago, pedras nos rins e na vesícula.

Suas folhas e sementes ainda são usadas para seus benefícios digestivos para aliviar úlceras, gases, diarréia e cãibras.

As sementes foram usadas como especiaria em países asiáticos. Na Índia, eles são usados ​​para normalizar ciclos menstruais, a perda de ciclos menstruais e para combater cólicas menstruais.

A salsa é semelhante à pimenta e é usada nas cozinhas do Oriente Médio e da Europa. Também dá muito sabor fresco a muitas receitas.

Dicas para comprar salsa

Você pode comprar salsa em qualquer supermercado ao longo do ano porque é cultivada em muitos países do mundo. Olhe para aquele que é verde brilhante e sem manchas marrons visíveis.

Existem dois tipos principais de salsa usados ​​para receitas comuns, folhas encaracoladas e folhas planas ou italianas.

A maioria das pessoas prefere a primeira delas por sua aparência decorativa quando usada como acompanhamento.

Comparado com a salsa encaracolada, o italiano tem um sabor mais forte e é mais fácil de cultivar. Eles adicionam benefícios semelhantes à sua saúde.

Salsa fresca pode ser armazenada por até uma semana. Prolonga seu frescor secando-o primeiro e enrolando-o em um papel úmido dentro de um saco plástico na geladeira.

Não lave a salsa até usá-la para evitar que murche e estrague rapidamente. Quando chegar a hora, coloque-o em água fria para remover a sujeira.

Como cozinhar salsa ? + Receitas

Salsa: O Que Ela Serve, 11 Benefícios, Informações Nutricionais + Receitas

Você pode adicionar salsa em pratos de massas, ensopados, marinadas, sopas, molhos, saladas e smoothies.

Seu sabor fresco combina com os sabores de arroz, batata, peixe, frango, ganso, cordeiro, carne e quase qualquer vegetal.

A planta é o ingrediente estrela em muitos pratos em todo o mundo. Por exemplo, na França é usado no persillade, uma mistura de salsa e alho picado.

Na Itália, é usado em molho verde, uma mistura de alcaparras, anchovas, alho, vinagre e salsa.

No Brasil forma-se cheiro-verde, um importante condimento para os principais pratos do país. Na Inglaterra, é usado em um molho que é comumente servido sobre peixes.

A gremolata, uma famosa mistura de salsa com alho e limão, é encontrada em toda a Europa.

Na Ásia Ocidental, no Oriente Médio e no continente europeu, é comum polvilhar a louça com salsa picada fresca.

Outras receitas, como o tabulé, um prato tradicional do Oriente Médio que usa a planta como um de seus principais ingredientes, usam grandes quantidades de ervas picadas, misturadas ou cozidas.

Receitas de salsa

Salmão, com, amêndoa, crosta

Levará 20 minutos e chegará a quatro pessoas.

Ingredientes

  • 4 xícaras de espinafre
  • ½ xícara de amêndoas
  • 2 colheres de sopa de óleo de coco
  • 2 colheres de sopa de salsa picadinha
  • 1 colher de sopa de casca de limão orgânico
  • 1 colher de chá de pimenta preta e sal marinho
  • 4 filetes de salmão do Alasca capturados na natureza

Elaboração

Moer as amêndoas em um processador de alimentos. Misture este pó em um prato com salsa, sal, pimenta e casca de limão.

Bata o salmão em ambos os lados com a mistura de amêndoas.

Aqueça o óleo em uma frigideira grande em fogo médio. Adicione o salmão e cozinhe de cada lado até que esteja cozido.

Sirva em uma cama de legumes e adicione um toque de suco de limão fresco.

Fritata Jardim

A receita leva 45 minutos e atinge até 8 pessoas.

Ingredientes

  • 8 ovos batidos
  • ½ xícara de queijo ralado
  • 1 cebola média picada
  • 1 pequena abobrinha picada
  • 1 colher de chá de sal marinho
  • 1 colher de chá de alho em pó
  • 3 colheres de sopa de óleo de coco
  • 1 pimenta vermelha média picada
  • ¼ colher de chá de pimenta preta
  • 1 pequena abóbora amarela picada
  • 2 colheres de sopa de salsa fresca picada
  • 2 colheres de sopa de manjericão fresco picado
  • ½ xícara de tomate cereja cortado ao meio

Elaboração

Pré-aqueça o forno a 176 ° C.

Refogue as cebolas com o óleo de coco até que estejam macias e adicione os legumes picados. Refogue novamente até que eles amolecem.

Combine os ovos com sal, pimenta, salsa, manjericão e queijo em outra tigela. Mexa bem.

Despeje a mistura de ovos sobre os legumes na panela e coloque-os no forno por 35 minutos.

No espinafre com manga e noz

Receita simples que dura apenas 10 minutos e atinge 6 pessoas.

Ingredientes

  • 2 xícaras de couve
  • 1 colher de sopa de mel
  • 1 xícara de amoras frescas
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 colher de chá de sal marinho
  • 1 colher de sopa de suco de limão
  • 250 gramas de espinafre
  • 2 colheres de sopa de suco de laranja
  • ½ salada de primavera
  • 2 colheres de sopa de salsa fresca picada
  • 2 mangas descascadas e cortadas em tiras
  • 1 cebola roxa fina fatiada
  • 2 colheres de sopa de azeite extra-virgem
  • ½ xícara de nozes picadas e torradas
  • 2 colheres de sopa de vinagre de maçã
  • 2 mangas maduras descascadas e puré no liquidificador

Elaboração

Brown as nozes em uma pequena frigideira em fogo médio por 4 minutos. Quando eles esfriam, coloque-os em uma tigela ao lado de espinafre, couve, cebola, mangas e amoras.

Amasse as mangas maduras e adicione-as com os outros ingredientes ao liquidificador para misturar bem, excepto a salsa.

Despeje este molho em uma tigela e adicione a planta. Em seguida, polvilhe o molho na salada e sirva.

Efeitos colaterais e perigos de comer salsa

Por ter medido o controle sobre os níveis hormonais e o ciclo menstrual, não deve ser consumido por mulheres grávidas.

Não há estudos científicos que certifiquem a segurança do consumo de salsa ou do excesso de óleo.

Suas pequenas quantidades de oxalatos de origem natural podem ser um problema para pessoas com gota ou pedras nos rins. Você terá cuidado com esses compostos se tiver problemas com a função renal ou vesicular, já que a salsa pode piorar os sintomas.

Compartilhe este artigo em redes sociais para que seus amigos e seguidores também saibam para que serve a salsa, seus benefícios, contribuições nutricionais, contra-indicações e receitas.