Um beijo transmite até sete doenças




Os beijos são a melhor linguagem para expressar alguém que nos atrai, nós os amamos e estamos felizes em estar juntos, mas, tal como são especiais, também podem ser prejudiciais à nossa saúde.

um-beijo-transmite-ate-sete-doencas-2

Um estudo publicado pelo The American Journal of Medicine, indica que através de um beijo, você pode adquirir 1 bilhão de bactérias de 278 espécies e vírus diferentes, dos quais 95% não são prejudiciais, mas os 5% restantes podem gerar diferentes tipos de doenças.

A pesquisa indica que existem pelo menos sete afeições geradas pelos beijos , que nos contamos a seguir:

  • Herpes: caracteriza-se por febres altas, feridas nos lábios, boca e até garganta, bem como mal-estar geral. Os sintomas duram entre 8 e 10 dias seguidos, desaparecem e reaparecem temporariamente.
  • Mononucleose : conhecida como “doença de beijo”, surge do vírus Epstein Barr que causa febre, dor de garganta, inflamação dos gânglios e fadiga. Jovens são os que mais sofrem.
  • Meningite viral: causa dor de cabeça, febre, calafrios, fadiga, náuseas, dor no pescoço e confusão. Os beijos o transmitem, mas também o muco e as fezes.
  • Citomegalovírus: pode permanecer no corpo ao longo da vida e afeta principalmente mulheres grávidas, pois danifica o feto, causa pneumonia ou hepatite. Os sintomas são semelhantes à mononucleose e podem durar até três semanas.
  • Influenza: é altamente contagiosa e sua gravidade dependerá da tensão. Quem tem doenças respiratórias e idades avançadas, são mais propensos a adquiri-lo.
  • Caxumba: causa febre, dor de cabeça e dor muscular, fadiga e perda de apetite. O risco aumenta se você não for vacinado contra a doença.
  • Polio : afeta principalmente bebês, por isso é importante não beijá-los e vacinar contra esta doença.
  • A Sra. Miriam Angel, Presidente da Families for Sexual Diversity AC , ressalta que a ignorância eo medo são as principais causas da homofobia no México e no mundo, o que leva a atos violentos.