Siameses nascem na região devastada da Síria




Em uma região da Síria desolada pela guerra civil, duas crianças síamesas nasceram unidas pelo baú com os intestinos do lado de fora, pelo que sua vida está em risco.

regiao-siada-devastada-siria-2

Nawras e Moaz nasceram na cidade da Duma, que é controlada por rebeldes sírios e sob o domínio de Bashar al Assad e para salvar sua vida, os médicos pediram ajuda à Organização Mundial de Saúde (OMS) para a sua operação.

Os médicos indicaram que o hospital onde nasceram, faltava suprimentos e após quatro anos de conflito, eles não tinham opções.

“O caso desses bebês milagrosos conta a trágica história sobre o acesso aos cuidados de saúde na Síria”, disse o Dr. Mohamad Katoub.

A ordem foi bem sucedida

Graças ao pedido e ao gerenciamento do Crescente Vermelho Árabe na Síria e na OMS, os bebês foram levados para um hospital perto de Damasco.

As crianças viajaram com sua mãe e sua tia, e os médicos relatam-nos com boa saúde.

Os gêmeos são os primeiros de pelo menos 20 pacientes, que precisam ser apressados ​​das zonas de guerra, disse a OMS.

Crescente vermelho árabe na Síria

Devido aos bombardeios e intensos combates que Damasco sofreu, é difícil chegar a ajuda humanitária, o que coloca a saúde dos habitantes em risco.

Portanto, a subsidiária local do Crescente Vermelho, trabalhou na área nos últimos 18 meses, onde gerencia suprimentos para pessoas necessitadas.

Ele também tem um serviço de ambulância, primeiros socorros, apoio social e alimentos.