Por que você diz descortesia durante o sexo?




Existem muitos fatores que aumentam o desejo sexual, como carícias, alimentos, danças, jogos, beijos, etc., mas há um que muitos usam, mas poucos se atrevem a confessar: jurar.

por-que-voce-diz-ruim-durante-o-sexo-2

O amante experiente sabe que o órgão sexual mais poderoso é o cérebro e os meios para estimular é a orelha, tão comummente seus melhores aliados são gemidos, gritos, suspiros ou sussurros românticos, mas também palavras sujas, por quê?

De acordo com um estudo publicado no Journal Hormone Research, quando eles dizem descortesia, duas áreas do hipotálamo são ativadas: o núcleo preóptico, que influencia a busca de um parceiro eo núcleo supraquiasmático, que regula os ciclos reprodutivos.

Quando ambas as áreas estão acesas, o desejo aumenta e motiva ir contra as convenções sexuais, o que é bastante emocionante.

Esta prática também faz com que o desejo de ser submisso e deixar o casal ter controle total porque a amígdala é estimulada, uma área do cérebro que é ativada quando sentimos medo e isso está relacionado à excitação e prazer.

A sexóloga Flavia Dos Santos, originária do Brasil, explica que o acesso fácil à pornografia fez com que muitos casais usassem essa linguagem, embora muitas vezes não seja bem visto pela outra pessoa.

“Você tem que falar sobre o que realmente sente, há pessoas que se entusiasmam com palavras, conversando ou ouvindo, e outras que não, é uma questão de negociação e acordo com o casal, e o mais importante é que é feito de forma genuína e não por ter visto isso em um filme ou porque alguém o recomendou. “Falar enquanto faz amor deve ser algo que nasceu”, explicou.

Você quer tentar?

Para fazer sexo, não há fórmulas ou segredos, tudo depende da efusão e dos gostos do casal, mas no caso de você estar pensando em tentar essa prática, é importante considerar o seguinte.

  • Pratique: sozinho, diga algumas frases para que você possa ver como se sente e se você gosta do tom ou tem que fazer alguma mudança.
  • Analise a sua expressão facial e corporal: certifique-se de que seus gestos não indicam algo diferente do que você diz. Ter uma expressão dominante, segura e cheia de desejo, aumentará o desejo de ambos.
  • Comece pouco a pouco: geme, suspira e veja lentamente dizendo as palavras. Comece com os pequenos para que você possa ver como seu parceiro reage. Se você gosta, vá até a intensidade.
  • Os elogios não podem perder: destaque o que você mais gosta de seu parceiro, sem exagerar, muito menos mentiroso. Diga-o de maneiras diferentes do habitual.
  • Deixe a ternura de lado: conte-lhe o nome completo, descreva o que você fará com ele ou falará sobre seus órgãos da maneira que mais lhe agrada. Deixe seu lado mais selvagem sair e manter o papel de uma boa criança.
  • Lembre-se de que o mais importante é a confiança entre eles e falar sobre isso primeiro para saber quais regras eles colocam ou até que momento parar.