Mais de 60% dos casos de surdez são evitáveis




Por ocasião do Dia Internacional da Audição que se celebra em 3 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS), informou que 5% da população mundial sofre de surdez, especialmente crianças; No entanto, 60% dos casos são reversíveis, uma vez que geralmente tem a ver com outras doenças.

mais-de-60-casos-de-surdez-sao-evitaveis-2

“A perda de audição em crianças pode ser prevenida com detecção precoce, imunização e através de bons programas de saúde para mães e crianças”, disse Alarcos Cieza , especialista da OMS em deficiências e reabilitação.

Ele indicou que disso 60%, 31% é devido a doenças como sarampo, caxumba, rubéola ou meningite ; 17% de complicações durante o parto; 4% para medicação na gravidez e 8% para malformações.

“É verdade que os 40% restantes são irreversíveis (causas genéticas), mas a detecção e a intervenção precoce são essenciais para melhorar o desenvolvimento pessoal e social da criança”, disse Cieza.

Ele acrescentou que, no mundo, 360 milhões de pessoas têm deficiência auditiva, dos quais 32 milhões de crianças e 31 milhões de adultos vivem em países em desenvolvimento.

Diante disso, o especialista defendeu eliminar o estigma enfrentado pelas pessoas, por isso é necessário aumentar a conscientização da população da doença e melhorar a acessibilidade aos programas educacionais de acordo com as necessidades do paciente e dos membros da família.

Da mesma forma, ele mencionou que a OMS está trabalhando em um programa para que mais e mais pessoas com surdez possam obter um aparelho auditivo.

“Na Índia, um tal aparelho custa cerca de US $ 100, um montante que nos países desenvolvidos pode ser acessível, mas em muitos países pobres não é acessível”, disse ele.