Dez mitos sobre o chocolate




Para muitas pessoas, esse alimento de origem pré-hispânica não é mais do que um tratamento simples, no entanto, os cientistas apontam e reconhecem seus múltiplos benefícios para a saúde , mesmo recomendando seu consumo, embora ainda haja muitos mitos sobre o chocolate.

dez-mitos-de-chocolate-2

Portanto, de acordo com informações da Autoridade Europeia da Alimentação, vamos mencionar alguns dos mitos do chocolate .

  • Ele produz a aparência da acne: embora tenha sido vista uma relação entre o consumo em excesso de açúcar e a aparência da acne, o certo é que o chocolate amargo, com menor quantidade de leite e açúcar, poderia promover uma pele saudável. Isso, porque contém antioxidantes que podem ajudar a manter uma pele livre de imperfeições.
  • É um afrodisíaco e um substituto para o sexo: de modo algum. Embora tenhamos um alimento que forneça energia, o chocolate só produz o prazer de consumir açúcar.
  • Portanto, de acordo com informações da Autoridade Europeia da Alimentação, vamos mencionar alguns dos mitos do chocolate .

  • Tem efeitos antidepressivos: acredita-se que, como o açúcar é um estimulante, isso modifica o estado mental, quando não é assim. É verdade que ele tem substâncias psicoativas (feniletilamina e anandamida), mas não mais do que outros produtos e não há provas conclusivas de que estamos antes de um remédio efetivo contra episódios depressivos.
  • Excita-se como uma xícara de café: apesar de enfrentarmos uma comida rica em carboidratos e compostos como a teobromina (semelhante à cafeína), sua capacidade excitante é menor do que a do café. Estudos estabelecem a equivalência em um quilo de chocolate = uma xícara de café sozinho.
  • Aumenta o colesterol ruim: a menos que seja consumido em excesso, não é um alimento caracterizado por colocar em risco os níveis de colesterol.
  • Tem efeitos relaxantes: também não há estudos conclusivos que associem o consumo de chocolate para acalmar episódios de ansiedade.
  • Portanto, de acordo com informações da Autoridade Europeia da Alimentação, vamos mencionar alguns dos mitos do chocolate .

  • Chocolate escuro não faz você gordo: também é falso, já que este produto tem uma alta densidade calórica.
  • O chocolate sem açúcar é “leve”: nunca deve ser considerado como um alimento “baixo teor calórico”, pois, apesar de conter menos açúcar, contribui com cerca de 450 kcal / 100 g.