Aniracetam: Guia para iniciantes




aniracetam

O que é Aniracetam?

Aniracetam é um suplemento nootrópico criado na década de 70 pela empresa Hoffman – La Roche (Bélgica). Faz parte da família racetam, que se destaca por sua capacidade de ajudar a aumentar e melhorar uma série de processos cognitivos. Além disso, o aniracetam também possui propriedades ansiolíticas, a capacidade de melhorar o humor e a memória.

Aniracetam tem sido amplamente estudado por muitos anos, é conhecido por ser bem tolerado na maioria das pessoas que o consomem e os efeitos colaterais ou toxicidade são muito baixos.

Antes de começar a consumir este suplemento, você deve entender como funciona, é por isso que neste artigo vou lhe contar tudo o que você precisa saber antes de começar a consumir aniracetam.

Como funciona o Aniracetam?

Ainda não se sabe como o aniracetam funciona no seu cérebro. O que se sabe é que ele atravessa facilmente a barreira hematoencefálica, portanto, pode agir diretamente no nível cerebral nos neurotransmissores.

Aniracetam liga-se aos receptores de acetilcolina, tornando este potente neurotransmissor permanecer ativo no cérebro por um longo período de tempo. Este efeito parece ser principalmente responsável pelos benefícios cognitivos do aniracetam, porque a acetilcolina é essencial para vários processos mentais; particularmente memória, aprendizado e concentração.

Parece haver também uma modulação de certos produtos químicos no cérebro; dopamina e serotonina. A dopamina é um neurotransmissor responsável principalmente pela regulação do seu humor. Por sua parte, a serotonina é um neurotransmissor capaz de regular ciclos de sono e sono, entre outras funções.

Em resumo, posso dizer que graças à atividade gerada pelo aniracetam em diferentes receptores químicos, torna potencialmente benéfico ajudá-lo a diminuir a ansiedade, melhorar seu humor, ter maior concentração, melhor memória, etc.

Quais são os benefícios de Aniracetam?

Como eu disse anteriormente neste artigo, os benefícios do aniracetam estão principalmente relacionados ao melhor desempenho mental, que inclui uma melhoria na memória e uma maior capacidade de aprendizagem. No entanto, como com qualquer tipo de suplemento ou medicamento, os efeitos podem variar de uma pessoa para outra; alguns verão um efeito notável e, em outros casos, o efeito será muito mais tênue.

Este suplemento irá ajudá-lo a melhorar seu foco. De acordo com o que os usuários se referem, aumenta a capacidade de atenção e concentração. Também serve para melhorar a fluência mental, facilitando a leitura e a escrita. Além disso, os usuários do relatório aniracetam ficam mais relaxados e calmos ao consumir esse suplemento.

Prós e contras do consumo de Aniracetam

Prós

  • Promove a memória de trabalho e a cognição.
  • Aumente sua motivação e sua sociabilidade.
  • Aumente sua energia mental e atenção.
  • Aumenta a sensibilidade ao glutamato do neurotransmissor que medeia um grande número de sinapses neuronais.
  • Tem efeitos que diminuem a ansiedade e melhora o humor.

Contras

  • Em alguns usuários, pode causar dores de cabeça.
  • É solúvel em gorduras por isso deve ser idealmente tomado com leite, óleo de peixe ou algum alimento.
  • Embora existam estudos que perturbem seu uso, mesmo esses dados são limitados.
  • O produto em pó tem um gosto muito amargo.
  • Biodisponibilidade baixa, cerca de 8,6 a 11,4%.

Quais são os usos clínicos do aniracetam?

Aniracetam, além de potencializar os processos cognitivos, é usado para tratar vários distúrbios ou doenças. Neste contexto, algumas pesquisas recentes sugerem que esse suplemento pode ajudar a tratar a doença de Alzheimer ou problemas de comprometimento cognitivo causados ​​pela velhice, por isso é promovido como um suplemento antienvelhecimento. Além disso, de acordo com o que os usuários se referem podem ser efetivos em pessoas com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

Graças aos efeitos de aniracetam nos receptores de dopamina e serotonina, tomar este suplemento é eficaz no tratamento de condições relacionadas ao humor, como nervosismo, ansiedade ou mesmo contribuindo para o tratamento da depressão.

Também pode ajudá-lo a aumentar sua motivação e reduzir os distúrbios do sono. Há evidências que sugerem que o aniracetam pode até ser eficaz para incidentes de tonturas que ocorrem por movimentos repentinos.

Qual é a dose de aniracetam?

Como este suplemento tem uma biodisponibilidade bastante baixa, você precisará tomar uma dose maior para obter os benefícios do aniracetam, o que se traduz em tomar 1,5 gramas três vezes ao dia. Divida-o em horas iguais durante o dia, ou seja, de manhã, de tarde e de noite, para que seu efeito seja mantido ao longo do dia. Além disso, não tome isso junto com alimentos ou remédios, para evitar reduzir seus efeitos.

Claro que isso dependerá de cada pessoa, em alguns casos, ingeri-lo duas vezes por dia será suficiente para ver os efeitos, enquanto outra pessoa pode exigir uma dose maior. Se você deseja aumentar a dose, recomendo que você consulte previamente um especialista.

Quais são os efeitos colaterais do aniracetam?

Na maioria dos casos, quando aniracetam é consumido na dose, não produz efeitos colaterais. No entanto, aqueles que excedem a dose ou são mais suscetíveis podem sofrer dores de cabeça. Isso ocorre porque algumas mudanças estão ocorrendo no cérebro que o corpo não estava acostumado, o que inclui aumento da demanda por parte dos sites receptores de neurotransmissores.

Outros efeitos colaterais que podem ocorrer são nervosismo e alguns distúrbios do sistema digestivo, como dor de estômago, náuseas, vômitos ou diarréia, se isso ocorrer, você pode diminuir a dose ou consultar o seu médico.

Atreva-se a tentar este nãootrópico e maximize sua habilidade cognitiva. Você deve tomar isso com cautela e não abusar do seu uso. Se necessário, consulte o seu médico antes de começar a tomá-lo.